Notícias

19 de Abril, 2013

Pablo Santhus

A Yokogawa Electric Corporation anuncia que sua subsidiária, a Yokogawa Electric Korea Co., Ltd., recebeu um pedido da Korea South-East Power Co., Ltd., (KOSEP), uma subsidiária da Korean Electric Power Corporation (KEPCO) para o fornecimento de sistema de controle para a unidade 1 da Usina Termelétrica da Yeosu na cidade de Yeosu, localizado na província de Jeolla, Coréia do Sul.

A Usina Termelétrica de Yeosu é composta por uma unidade de queima de óleo pesado 200MW e uma de 329MW com queima de carvão em leito fluidizado (CFB) *, totalizando uma capacidade atual de 529MW. A unidade 1 com queima de óleo pesado será substituído por uma caldeira CFB com queima de carvão e uma turbina a vapor que irá gerar 350MW. A unidade 1 modernizada está programada para entrar em operação em novembro de 2015. Este pedido contempla controle e instrumentação, incluindo o sistema de controle de produção integrada CENTUM ® VP para controle das caldeiras, turbinas, e utilidades, bem como serviços de engenharia e instalação. Enquanto os fabricantes de turbinas geralmente também fornecem o sistema de controle para seus produtos, será a Yokogawa que irá fornecer o sistema de controle da turbina para este projeto.

A Yokogawa Electric Korea recentemente recebeu muitos pedidos para projetos internacionais assumidos pela engenharia coreana, compras e empreiteiros de construção (EPC), e é um dos maiores fornecedores de sistemas de controle em seu mercado local. Eles foram capazes de ganhar este pedido por causa da alta confiabilidade dos sistemas de controle da Yokogawa, pela excelente capacidade de sua engenharia e seus serviços de manutenção abrangentes. Encorajados pelo sucesso em ganhar este pedido, a Yokogawa vai expandir o seu negócio de energia na Coreia, oferecendo soluções adequadas para os desenvolvedores de tecnologias inovadoras que geram energia de forma mais eficiente e são ecologicamente corretos.

* Circulating fluidised bed – É uma tecnologia de combustão ecológica, que aceita uma grande variedade de combustíveis como o carvão de baixa qualidade e de biomassa. Caldeiras deste tipo produzem menos emissões de NOx e empregam um processo de dessulfurização do forno que reduz as emissões de SOx.